MUSICA | Entrevista com Zohar Ginzburg, do Trust A Lady


Zohar Ginzburg é uma musicista israelense, vocalista e guitarrista da banda de rock Trust A Lady. 

O Trust A Lady é  uma das principais bandas locais independetes em atividade. 
Com o EP Trust A Lady, de 2016, a banda traz um rock alternativo bem envolvente e enérgico.
Nesta entrevista, conversamos com Zohar sobre seu trabalho, além de falar sobre a cena independente em Israel e como ela vem crescendo nesses ultimos tempos.  

Seu trabalho pode ser conferido no Bandcamp e no Youtube.


Quem é Zohar e por que devemos confiar em você?
Por que não? É apenas música... Ouça!

Por que você começou a fazer música?
No começo era apenas por lazer. Conheci um amigo e começamos a tocar juntos por diversão, depois de alguns meses a ficha caiu: "Nós temos uma banda!". Essa foi a minha primeira banda, chamada The Wake Up Suzzys. Eu era a guitarrista e Yotam Schlezinger, o criador da banda. Ele é um amigo próximo e vêm me dando conselhos desde que entrei nesse mundo. Depois que a banda acabou, eu comecei a tocar com Asaf Avidan e fizemos uma turnê pelo mundo. Tive bastante tempo para pensar e Trust A Lady começou a surgir em minha cabeça na época.

Por que rock?
Tocar rock é a coisa mais natural para mim. Ouço muitos outros estilos diferentes, claro, mas a coisa mais empolgante para mim é Rock 'n' Roll. E é melhor que seja barulhento.

Você tem outros projetos?
Sim! Eu tenho um projeto B-side bem legal com Dani Ever Hadani chamado SUS MEBIT.

Quais foram as suas maiores dificuldades ao longo dessa jornada?
Eu acho que uma das coisas mais difíceis é persistir e acreditar em você. Há tantos músicos incríveis por aí fazendo coisas maravilhosas e é muito importante você encontrar a sua própria maneira de fazer também.

Como você vê o cenário musical de Israel atualmente?
Eu adoro! Ainda é bem pequeno, mas a quantidade de ótimos músicos por aqui me inspira. Há muita colaboração e ajuda entre os músicos e pessoas importantes que fazem esse cenário acontecer, como por exemplo abrir uma estação de rádio de música alternativa, congressos e festivais de música Indie, que se tornaram bastante populares, como o InDnegev. Todos querem que o cenário musical israelense cresça, então ajudamos uns aos outros.

Como é fazer música em Israel?
Não é muito fácil, quase não há ajuda do governo, se é que há ajuda. Mas ainda há a sensação que há muita coisa acontecendo aqui. 


Planos para o futuro?
Estamos prestes a gravar nosso álbum de estréia! Yeeeeah!!

O que te inspira?
Quando eu estou ouvindo música e eu consigo sentir que é verdadeiro, ainda que não seja perfeito, eu acho mais forte, impactante. Eu não gosto de coisas perfeitinhas em geral, é chato. A vida não é perfeita de modo algum, então eu prefiro músicas imperfeitas. 

O que você gosta de ouvir?
Ultimamente tenho ouvido P.J., Ty Segall, Thee Oh Sees, Timbre Timbre, Nick Cave, Television e Jimmy Hendrix. 

Que conselho você daria para que está começando?
O mesmo que eu digo para mim: não desista e mantenha divertido o quanto puder.

Se você não fosse você, quem gostaria de ser?
Wow! Essa é uma boa pergunta! Eu acho que gostaria de ser alguém que consegue deixar tudo para trás e viver na natureza. Isso nunca aconteceria! :)

Alguma possibilidade de vir ao Brasil algum dia?
Sempre há uma possibilidade! Eu gostaria de fazer uma turnê em seu lindo país, talvez algum dia.

E por último, mas não menos importante: qual é o seu prato favorito?
Hummus!  





Comentários

Postagens mais visitadas